O DIÁLOGO EPISTEMOLÓGICO EM UM CASO DE APROXIMAÇÃO ENTRE A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E A CONSTRUÇÃO TEÓRICA DO REAL

Diogo Franco Rios

Resumo


O texto aqui apresentado se constitui em um ensaio elaborado a partir de algumas reflexões que emergiram da leitura do artigo A Construção teórica do Real: uma questão para a produção do conhecimento em educação, de autoria de Siomara Borba e Vera Teresa Valdemarin, e que foram objeto de discussão durante uma atividade do XIV Seminário Temático – Saberes Elementares Matemáticos do Ensino Primário (1890-1970): Sobre o que tratam os Manuais Escolares?, ocorrido em 2016, na cidade de Natal-RN. Busquei apresentar algumas provocações entre as pontuações do campo da epistemologia presentes no referido artigo e a natureza do trabalho do historiador da educação matemática em suas atividades de pesquisa. Sem pretender esgotar o tema, busquei trazer para o debate algumas reflexões que estão associadas às certas perspectivas historiográficas, segundo as quais, o objeto teoricamente produzido pelo historiador (o conhecimento histórico) constitui-se distinto do objeto real ao qual sua produção está referenciada, o passado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.