SABERES ELEMENTARES GEOMÉTRICOS E FORMAS: passado e presente

Claudia Regina Boen Frizzarini, Maria Célia Leme da Silva

Resumo


O presente artigo retoma a análise da matéria Formas nos programas paulistas de 1894, 1925 e 1934 apresentada na dissertação de Frizzarini (2014) sob a ótica da concepção dos saberes elementares de Trouvé (2008). Busca-se ainda estabelecer um paralelo com a designação da rubrica forma em tempos atuais, particularmente com a expressão “Espaço e Forma” proposta pelos PCN – Parâmetros Curriculares Nacionais (1997) e o questionamento do uso do termo “Forma” no caderno de formação do PNAIC – Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (2014). O estudo reitera o caráter dinâmico dos processos de elementarização dos saberes geométricos, apropriando-se e modificando a cultura escolar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.