TRAJETÓRIAS DE PESQUISA: o grupo COMPASSODF e a História Cultural

Monica Menezes de Souza, Rosália Policarpo Fagundes de Carvalho, Carmyra Oliveira Batista, Edilene Simões Costa dos Santos

Resumo


Este artigo tem como objetivo dar a conhecer como a História Cultural (HC) figura nos trabalhos de pesquisa desenvolvidos pelo grupo COMPASSODF. A pesquisa, produzida no campo da história da educação matemática, tem constituído um amplo espaço de reflexão acerca da presença/ausência de elementos produtores de sentidos das práticas de maneira geral. Filiar estudos e pesquisas desse campo a um âmbito teórico-metodológico específico implica escolher uma lente de interpretação. Nesse sentido, a escolha do grupo COMPASSODF, feita pela História Cultural, é apresentada em um breve inventário da produção do grupo. Concluiu-se que os autores base utilizados pelo grupo têm sido Chervel (1990), Le Goff (1990), Julia (2001), Choppin (2002, 2004) e Chartier (2002, 2009); o contínuo estudo do grupo sobre a HC tem qualificado cada vez mais os trabalhos desenvolvidos; é importante o entrelaçamanto da história da educação matemática do DF com as demais histórias narradas por pesquisadores de outras localidades para uma ampliação da visão de representações, apropriações e práticas relativas à história da educação matemática do Brasil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.