O PRIMEIRO ANO PRIMÁRIO EM TEMPOS DE ESCOLA ATIVA: um estudo dos saberes elementares geométricos nos programas de ensino da região sudeste do Brasil

Juliana Chiarini Balbino Fernandes, Rosimeire Aparecida Soares Borges

Resumo


Este estudo teve por objetivo compreender como se configuraram os programas do primeiro ano primário para o ensino dos saberes elementares geométricos na região sudeste do Brasil, e ainda, conhecer as apropriações que foram feitas das propostas desse movimento por esses programas. A delimitação temporal é as décadas de 1930, 1940 e 1950, período em que estava vigente o Movimento da Escola Nova, que objetivou a renovação educacional e defendeu um novo modelo de ensino, em que o aluno passava a ser o centro do processo educativo. O estudo fundamentou-se nas ideias de Chervel (1990), Chartier (1991), Nóvoa (1998), Valente (2015), dentre outros. As indicações dos programas estudados foram na direção de um ensino dos saberes geométricos baseado na ação do aluno e no seu interesse. A resolução de problemas e o desenvolvimento de projetos poderiam auxiliar a criança na compreensão dos conceitos estudados. No entanto o que há de comum em todos esses programas é que prescreveram um ensino dos saberes elementares geométricos pautado nas finalidades de objetivo decorrentes das propostas escolanovistas que se resumiram em uma finalidade essencial, a de preparar a criança para a vida depois de quatro anos de estudos na escola primária.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.