ARTICULAÇÃO DE SABERES: divisores de um número natural e preservação de sementes de milho crioulo em uma escola multisseriada

Alice Trisch König, Elisabete Zardo Búrigo

Resumo


Este artigo apresenta uma reflexão sobre o estudo de divisores de um número natural articulado ao estudo do plantio de sementes de milho, momento inicial de uma prática curricular desenvolvida com uma turma de quinto e sexto anos do Ensino Fundamental, em uma escola do campo, no município de Itati, na região do Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A pesquisa-ação visou investigar as possibilidades curriculares engendradas por uma prática curricular que buscou articular saberes matemáticos escolares e saberes locais. O registro do processo de pesquisa foi feito em caderno de campo, em gravações em áudio e em fotografias. O protagonismo das crianças na busca por conhecimento e informações possibilitaram caminhos na prática curricular que não haviam sido previstos inicialmente, como o estudo do Crivo de Eratóstenes. O conhecimento a respeito do milho crioulo, as discussões em sala de aula e com algumas famílias, produziram algumas ressonâncias na comunidade, como a opção pelo cultivo apenas dessas sementes por um dos agricultores ainda naquele ano. Os novos caminhos, a observação das ressonâncias, a sequência de atividades adotada durante a prática curricular foram possibilitados a partir da escuta e do olhar atento ao cotidiano daquela escola.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de História da Educação Matemática