SOUVENIR DE INFÂNCIA: provas de matemática do ensino primário no Espírito Santo

Circe Mary Silva da Silva

Resumo


Este artigo apoia-se nos referenciais da História Cultural e procura responder à seguinte pergunta investigativa: como se constituíam as práticas avaliativas de matemática numa escola singular do Espírito Santo no final, na década de 1950? Numa abordagem qualitativa que usou como principal metodologia a análise documental, o estudo de caso foi realizado mediante análise dos registros do aluno Átila José dos Santos2 e privilegiou, principalmente, as provas de matemática como fontes de pesquisa. A fim de identificar os saberes matemáticos presentes nessas avaliações, foram utilizadas categorias que emergiram após uma leitura prévia dos documentos: 1) numeração; 2) noções de geometria; 3) problemas aritméticos; 4) exercícios envolvendo as 4 operações. Constatou-se que as avaliações seguiam as orientações dos programas oficiais do Estado, incluindo atividades sobre praticamente todos os conteúdos prescritos para o ensino primário, e envolviam também problemas aritméticos e geométricos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.