PROFESSORAS QUE ENSINARAM MATEMÁTICA: memórias de Maria da Glória, Botyra e Felicidade

Maria Laura Magalhães Gomes

Resumo


Neste artigo, exploramos os livros de memórias de três professoras brasileiras que ensinaram matemática nos primeiros anos escolares durante a primeira metade do século XX: Maria da Glória d’Ávila Arreguy, Botyra Camorim e Felicidade Arroyo Nucci. Discutimos as perspectivas teórico-metodológicas da pesquisa com o uso de escritos autobiográficos e em seguida apresentamos as obras memorialísticas das três professoras. Posteriormente, discorremos sobre o que as memórias trazem a respeito do ensino de matemática desenvolvido pelas docentes no contexto da disseminação das propostas pedagógicas geralmente conhecidas sob o nome de Escola Nova. Finalmente, focalizamos, nas memórias das professoras, outros componentes importantes de sua trajetória profissional: os papéis simultâneos de mãe e mestra, sua atuação além da docência nas comunidades em que trabalharam e o papel da religião católica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.