CENTRO INTEGRADO LUIZ NAVARRO DE BRITO: relações entre o cenário político educacional baiano e o ensino de matemática nos cursos técnicos (1968 a 1979)

Ivanise Gomes Arcanjo Diniz, Joubert Lima Ferreira

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar uma análise histórica sobre a institucionalização do Centro Integrado Luiz Navarro de Brito (CILNB) e o ensino de matemática nos cursos técnicos, em Alagoinhas-BA, em um período de transformação sociopolítica, econômica e educacional ocorrida no contexto do regime militar, no período de 1968 a 1979. A escolha desse período ocorreu pela criação deste Centro e a política de extensão de escolas públicas e faculdade de formação de professores na capital e nos interiores da Bahia. O CILNB foi a primeira instituição pública de Ensino Secundário, localizada na cidade de Alagoinhas-BA. Nele foram implantados os cursos ginasial e colegial, além dos cursos técnicos. Para a constituição do corpus desta investigação, foram analisadas e utilizadas entrevistas sobre as histórias de vidas de ex-professores e ex-alunos, em diálogo com outras fontes históricas, tais como: a legislação vigente, as reformas de ensino na Bahia e o currículo escolar do CILNB. Assim a finalidade desta pesquisa foi compreender o processo de expansão e interiorização do ensino público com características técnicas e propedêuticas, no estado da Bahia, tomando como exemplo o CILNB e o ensino de matemática nos cursos técnicos, em Alagoinhas, em tempos de regime militar.


Texto completo:

PDF

Referências


Arapiraca, J. (1979). A USAID e a educação brasileira. Dissertação (Mestrado em Educação), Institutos de Estudos Avançados em Educação (IESAE). Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Araújo, M. M. S. (2009). A cidade de Alagoinhas na dinâmica da espacialidade funcional urbana da região litoral norte da Bahia. Dissertação (mestrado em Geografia). Universidade Federal da Bahia (UFBA), Salvador, BA, Brasil.

Bahia (1974). Fundação de Planejamento. Análise global da economia baiana. Governo Antônio Carlos Magalhães. Vol.2.

Bahia. (1968). Plano Integral de Educação e Cultura. v. 1. Salvador-BA: SEC. Centro de Estudos e Planejamento.

Bahia. (1974). Análise do relatório do município de Alagoinhas, 1973. Salvador, (mimeo).

Barros, S. (1979). Vultos e Feitos. Salvador: Artes gráficas e Ind. LTDA, 1979, p.79-80.

Boaventura, E. (1993). O Conselho de Educação da Bahia: 1963 e 1967. Salvador: Conselho Estadual de Educação da Bahia.

Boynard, A. P., Garcia, E. & Robert, M. I. (1972). A reforma do Ensino. São Paulo: Livros Irradiantes S.A.

Brasil (1961). Ministério da Educação e Cultura. Lei 4.024/61, 20 de dezembro de 1961. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Brasil (1971). Ministério da Educação e Cultura. Lei 5.692/71, 20 de dezembro de 1971. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Brito, C. (2008). A Petrobras e a gestão do território no Recôncavo baiano. Salvador: EDUFBA.

Britto, L. N. de. (1991). Educação na Bahia: propostas, realizações e reflexões. São Paulo: T. A. Queiroz; Salvador, BA: Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia; Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP); [S.L.]: Organização dos Estados Americanos (OEA)

Chapani, D. (2012). A formação de professores na gênese do sistema estadual de ensino superior da Bahia. Rev. bras. hist. educ., Campinas-SP, v. 12, n. 1 (28), 145-166. Disponível em: http://www.rbhe.sbhe.org.br/index.php/rbhe/article/viewFile/324/311. Acessado em: 23 fev. 2013.

Corrêa Filho, V. et.al. (1958) Enciclopédia dos municípios brasileiros.

Cruz, R. (1999). A inserção de Feria de Santana (BA) nos processos de integração produtiva e de desconcentração econômica nacional. Tese (dourado em Economia) – Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, Campinas, SP, Brasil.

Diniz, I. G. A. (2014). O ensino de matemática nos cursos técnicos do Centro Integrado Luiz Navarro de Brito em Alagoinhas-BA (1968 – 1979). Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Bahia – UFBA e Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS. Salvador, BA, Brasil.

Feijó, M. (1972). Alecrim do tabuleiro: crônicas evocativas de Alagoinhas. Guanabara, RJ: Editora Max.

Ferreira, D. & Lima, E. (2012). Um ensino de matemática em um contexto de transformação sócioeconômica: as atividades docentes de uma professora no Colégio Assis Chateaubriand de Feira de Santana (Bahia, 1970-1980). Anais... I Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática. Vitória da Conquista-BA.

Guimarães, A. (1982). A formação e a crise da hegemonia burguesa na Bahia. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia – UFBA. Salvador, BA, Brasil.

Lins, L. (2006). A educação feminina em Alagoinhas-Ba: o Colégio Santíssimo Sacramento. In Educação na Bahia: Memórias, registros, testemunhos. Universidade do Estado da Bahia,

Marcílio, M. (2005). História da escola em São Paulo e no Brasil, 2015, p.281.

Miorim, M. A. (1998). Introdução à história da educação matemática. São Paulo: Atual.

Morais, M. L. (2011). Urbanização, trabalhadores e seus interlocutores no Legislativo Municipal: Alagoinhas - Bahia, 1948-1964. Dissertação (Mestrado em História Regional e Local da Universidade do Estado da Bahia). Universidade Estadual da Bahia – UNEB/Campus V, Santo Antônio de Jesus, BA, Brasil.

Nagle, J. (1976). A reforma e o ensino. São Paulo: EDART.

Pinto, N. B., Novaes, B. W. D. (2008). A apropriação da matemática Moderna na Escola Técnica Federal do Paraná nas Décadas de 60 e 70. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, 8(25), 745-762.

Ramos, M. L. P. (2012). A modernização do ensino de Matemática e os centros de treinamento de professores de ciências no Brasil: o trabalho do School Mathematics Study Group (SMSG) na Bahia. Dissertação (Mestrado em Ensino, Filosofia e História das Ciências) – Universidade Federal da Bahia/Universidade Estadual de Feira de Santana, Salvador, BA, Brasil.

Romanelli, O. (1989). História da Educação no Brasil. Petrópolis: Vozes.

Santos, A. Q. dos. (2010). O ensino médio na Bahia e os ginásios/escolas polivalentes: a iniciação para o trabalho. Dissertação (Mestrado em Educação e Contemporaneidade da Universidade do Estado da Bahia) - UNEB, Salvador, BA, Brasil.

Santos, I. da. S. F. dos, Prestes, R. I. & Vale, A. M. do. (2006). Brasil, 1930 - 1961: Escola Nova, LDB e disputa entre escola pública e escola privada. Revista HISTEDBR On-line, Campinas-SP, 22, 131-149.

Santos, V. (2009). Entre trilhos dormentes e estações: A Escola Profissional Ferroviária de Alagoinhas. Dissertação (Mestrado em Educação e Contemporaneidade). Salvador – Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Salvador, BA, Brasil.

Seminário sobre experiências inovadoras na educação baiana na década de 1960. (2001) Salvador: Gráfica da Universidade do Estado da Bahia.

Universidade Estadual de Feira de Santana. (1994). Projeto de Avaliação Institucional (em processo). Feira de Santana-BA.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.