OS CADERNOS DE NORMALISTA NO ESTADO DO PARANÁ NA DÉCADA DE 1970: sinais e vestígios de como ensinar a matemática

Reginaldo Rodrigues da Costa, Wagner Alexandre do Amaral

Resumo


Este texto apresenta dados parciais de uma investigação sobre os conhecimentos sobre o ensino de matemática na formação de professores da escola normal e/ou no magistério de 2º grau no período de 1970 a 1990. A análise de vestígios das orientações de como a matemática deveria ser tratada nas séries iniciais a partir de dois cadernos de uma aluna que frequentou o curso normal na década de 1970. A partir dessas fontes e sua triangulação com programas de ensino e orientações da Secretaria da Educação do Estado do Paraná, foi possível observar que os conteúdos, os objetivos de ensino, os recursos, as atividades de aprendizagem, a ação do professor e do aluno se aproximam das orientações oficias paranaenses na década de 1970. Além disso, ao observar os cadernos foi possível identificar um forte traço da abordagem tecnicista sobre a elaboração da prática pedagógica, seja em relação à aluna no curso normal, como também na condução da prática a ser desenvolvida na escola de aplicação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.