REFLETINDO SOBRE O ESTÁGIO PARA PROFESSOR DE MATEMÁTICA DO ENSINO LICEAL EM PORTUGAL A PARTIR DE PRODUÇÕES DE ESTAGIÁRIOS (1940-41 e 1957-63)

Mária Cristina Almeida

Resumo


Neste artigo pretendemos contribuir para aprofundar o conhecimento de como se processava a formação prática dos professores de Matemática do ensino liceal, em Portugal. Caracterizamos brevemente o modelo de formação de professores do ensino liceal instituído em 1930 e que se manteve cerca de quarenta anos. Recorrendo a produções de estagiários do Liceu Normal de D. João III, tentaremos compreender como se processava a formação dos professores nos fins dos anos trinta e primeira metade da década de quarenta. Do mesmo modo, pretendemos aclarar o modo como ocorreu o desenvolvimento das novas ideias no âmbito da modernização do ensino na formação de professores, no Liceu Normal de D. Manuel II, entre 1957 e 1963. Notámos uma influência das ideias da Escola Nova  nos documentos relacionados com o ensino da Matemática no Liceu Normal D. João III, na heurística e na participação ativa dos alunos para a qualidade das suas aprendizagens matemáticas. No que respeita, à formação de professores, no Liceu Normal de D. Manuel II, os documentos analisados evidenciam sinais de uma renovação do ensino da Matemática, quer na aplicação de novos conteúdos quer na incorporação de novos métodos. As fontes utilizadas foram revistas de ensino, documentos manuscritos e entrevistas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de História da Educação Matemática

Indexadores, Base de Dados e Repositórios:

HISTEMAT - Revista de História da Educação Matemática, e-ISSN: 2447-6447
Sociedade Brasileira de História da Matemática

Licença Creative Commons
HISTEMAT esta licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.